ANÁPOLIS: Saúde reforça a necessidade de vacinação contra poliomielite e atualização do cartão



Campanha nacional vai até 9 de setembro e em Anápolis mais de 40 postos estão abertos de segunda a sexta-feira


A meta do Ministério da Saúde com a campanha nacional de multivacinação e contra a poliomielite, que vai até o dia 9 de setembro, é atingir alta cobertura vacinal para que doenças erradicadas não voltem a ser registradas no país. Em Anápolis, são mais de 40 postos de vacinação, incluindo seis unidades em funcionamento até as 21h e escala nos distritos, povoado de Branápolis e Vila São Vicente (veja relação abaixo).


“Montamos uma estratégia para atender as regiões e garantir a imunização de crianças e adolescentes. Precisamos que os pais ou responsáveis levem seus filhos para vacinar. Muitas doenças são prevenidas com a vacina”, reforça Mirlene Garcia, da Secretaria Municipal de Saúde, responsável pela campanha no município.


O levantamento feito Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) fundamenta o apelo da diretora da pasta. A última vez que a meta de aplicação de doses foi atingida ocorreu em 2015, quando a cobertura alcançou 98,29% das crianças nascidas naquele ano. Ainda conforme o estudo do SI-PNI, no ano seguinte a cobertura caiu para menos de 90%, chegando 84,19% no ano de 2019. Em 2020, a pandemia de Covid impactou a cobertura de diversas vacinas, e esse imunizante chegou a apenas 76,15% dos bebês. Em 2021, que ainda pode ter dados lançados no sistema, o percentual ficou abaixo de 70% pela primeira vez.


Além da poliomielite e atualização de cartão de vacinas para crianças e adolescentes, a imunização contra a covid também está em andamento em Anápolis, inclusive com a liberação da quinta dose ou terceiro reforço para imunossuprimidos. Confira locais e informações sobre a vacinação contra a covid em anapolis.go.gov.br/vacinacao-em-anapolis/. “As vacinas poderão ser administradas de maneira simultânea com as demais do Calendário Nacional na população a partir de três anos. Também não há necessidade de aguardar intervalo mínimo entre a vacina contra a covid e outras da campanha”, explica Mirlene Garcia.


Imunização

As vacinas disponíveis são: Hepatite A e B, Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VRH (Vacina Rotavírus Humano), Meningocócica C (conjugada), VOP (Vacina Oral Poliomielite), Febre amarela, Tríplice viral (Sarampo, Rubéola, Caxumba), Tetraviral (Sarampo, Rubéola, Caxumba, Varicela), DTP (tríplice bacteriana), Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).


Estarão disponíveis para os adolescentes as vacinas HPV, dT (dupla adulto), Febre amarela, Tríplice viral, Hepatite B, dTpa e Meningocócica ACWY (conjugada). Todos os imunizantes que integram o Programa Nacional de Imunizações são seguros e estão registrados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).



0 visualização0 comentário
LÚMEN FACHADA_edited.jpg
Captura de Tela 2022-03-31 às 10.17.18.png
Captura de Tela 2022-03-31 às 10.16.52.png
PM MEU LOTE MINHA HISTÓRIA_edited.jpg