Corumbá Concessões ministra curso para Construção de Tanques de Ferrocimento em Luziânia



Doze moradores da comunidade Mato Grande participaram de quatro dias de capacitação. Ao final, eles concluíram um tanque com capacidade para até 20 mil litros de água


A Corumbá Concessões promoveu mais uma capacitação para moradores de regiões do entorno do Lago Corumbá IV. Desta vez, foi realizado um Curso de Construção de Tanque de Ferrocimento, na comunidade Mato Grande - área rural de Luziânia-GO. Os participantes receberam capacitação e construíram um tanque elevado com capacidade para até 20 mil litros de água. Em quatro dias eles desenvolveram os ensinamentos e participaram ativamente desde a fundação, armação das ferragens até o acabamento. No total, 12 moradores da região estiveram presentes.

Técnica e oportunidade

O objetivo do curso é ensinar a técnica de construção e oferecer oportunidades para produtores e trabalhadores da construção civil da área rural. Os tanques podem ser aproveitados de diversas formas, como o armazenamento de água, criação de peixes e até mesmo como piscinas. A vantagem da técnica, desenvolvida no continente asiático e trazida para o Brasil há mais de 80 anos é o custo baixo, menor risco de vazamentos e infiltrações, além de ser também sustentável.

Parceria

A atividade faz parte de uma parceria entre a Corumbá Concessões, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do estado de Goiás (SENAR-GO) e a Central de Associações de Pequenos Produtores Rurais de Luziânia-GO (CAPRUL).

O Instrutor do SENAR-GO, Ramon Toledo de Oliveira, responsável por ministrar o curso, afirma que além de mais eficaz, a técnica pode gerar economia de até 40% no custo de construção, quando comparado a um tanque de alvenaria convencional. “A técnica, além de mais barata, gera mais opções para quem for utilizar. Com os recursos hídricos cada vez mais escassos, o tanque é uma excelente opção, não só para a produção de peixe, mas também para o armazenamento e utilização como irrigação na produção agrícola.”

Psicultura

O proprietário da chácara em que o tanque foi construído, José Francisco de Abreu, pretende utilizar o tanque para produção de tilápias. “Gostei muito da técnica e o tanque ficou muito bom e até maior do que eu esperava. Agora é encher e começar a produzir. Nesse primeiro momento, será apenas para consumo próprio, mas no futuro pretendo comercializar os peixes criados no tanque”, completou.

2 visualizações0 comentário
LÚMEN FACHADA_edited.jpg
Captura de Tela 2022-03-31 às 10.17.18.png
Captura de Tela 2022-03-31 às 10.16.52.png
PM MEU LOTE MINHA HISTÓRIA_edited.jpg