Sebrae e CNI fecham acordo de cooperação para fomento de pequenos negócios




Acordo assinado nesta quarta-feira prevê aproximação das startups brasileiras com empresas de fora e criação de uma plataforma internacional para inovação


O Sebrae e a Confederação Nacional da Indústria (CNI) assinaram nesta quarta-feira (17/8) um acordo de cooperação para estimular a competitividade de pequenos negócios industriais com foco em sustentabilidade, internacionalização e economia de baixo carbono. “Esse acordo abraça o sistema industrial como um todo a partir das verticais da inovação, da competitividade industrial, da ESG [sigla em inglês para Ambiental, Social e Governança] e da internacionalização dos pequenos negócios. Vamos colocar as empresas brasileiras na fronteira da tecnologia”, discursou o presidente do Sebrae, Carlos Melles, durante a assinatura do documento. O acordo foi firmado durante o Fórum Encadear, realizado pelo Sebrae em um hotel de São Paulo. Estiveram presentes ainda o presidente da CNI, Robson Braga, e o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite. Plataforma internacional "Queremos levar inovação aberta aos pequenos negócios de todo o Brasil. Fazer com que a indústria nacional possa gerar a inovação que permita a elas competir em nível global”, disse Braga. O primeiro plano de ação do acordo ocorrerá em conjunto com a empresa Sosa, que fomenta startups em Israel e tem escritórios em diversos países. A iniciativa pretende aproximar as startups brasileiras de empresas estrangeiras com a realização de capacitação virtual para 900 integrantes e residência para 21 empresas até 2025. O acordo prevê ainda abertura de um escritório em Nova York para o Sebrae e o CNI, além da criação de um mapeamento das tecnologias inovadoras feitas por startups brasileiras e pelos Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs), com a criação de uma plataforma internacional para gestão da inovação. "Nada melhor que a grande indústria, que é a CNI, junto com o Sebrae, que são os empreendedores, para fazer que tudo isso aconteça ao mesmo tempo. O acordo é nessa direção", disse a jornalistas, após a assinatura do acordo, o ministro Joaquim Leite. "Nós temos a oportunidade de provocar um crescimento verde, geração de empregos verde alinhados a esses temas que são de sustentabilidade e meio ambiente", completou. (Fonte: Correio Braziliense)

1 visualização0 comentário
LÚMEN FACHADA_edited.jpg
Captura de Tela 2022-03-31 às 10.17.18.png
Captura de Tela 2022-03-31 às 10.16.52.png
PM MEU LOTE MINHA HISTÓRIA_edited.jpg