Startup coordena a 1 ª operação carbono neutro no transporte rodoviário de cargas


A solução goFlux CarbonFree, por meio de um projeto piloto neutralizou as emissões da movimentação de 25 mil toneladas farelo de soja contribuindo para a preservação de aproximadamente 84,3 mil árvores

A logtech paulista goFlux, coordenou a primeira operação de compensação de emissão de CO2, no transporte rodoviário de cargas. A iniciativa neutralizou as emissões de CO2 da movimentação de 25 mil toneladas de farelo de soja advindos da região Centro-Oeste com destino ao porto de Santos, uma das principais rotas de escoamento de grãos do Brasil ao exterior. No total foram percorridos pelos caminhões 852,5 mil quilômetros, o que corresponde a aproximadamente 588 toneladas de dióxido de carbono equivalente (tCO₂e). Quando compensado, esse montante representa aproximadamente 84,3 mil árvores preservadas, algo em torno de 51 hectares ou o mesmo que 51 estádios da dimensão do Maracanã. O objetivo do goFlux Carbon Free, lançado em julho deste ano, que tem a gestão dos projetos sob a responsabilidade da Carbonext, empresa referência no mercado de carbono, é unir a logística à preservação do meio ambiente, aliado ainda ao combate às mudanças climáticas, através de projetos de geração de créditos de carbono. A ideia da empresa é que os embarcadores que usam a plataforma goFlux para contratação de frete, tenham suas operações livres de impacto de emissões de CO2.

2 visualizações0 comentário
LÚMEN FACHADA_edited.jpg
Captura de Tela 2022-03-31 às 10.17.18.png
Captura de Tela 2022-03-31 às 10.16.52.png
PM MEU LOTE MINHA HISTÓRIA_edited.jpg