Troca de celulares com chegada do 5G será lenta, diz analista


De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as próximas capitais a adotar a tecnologia serão: São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e João Pessoa


Apesar da chegada do 5G ao Brasil, a popularização não deve ser imediata pois a maioria dos consumidores terão que trocar o aparelho de celular para ter acesso à nova tecnologia. Em Brasília, primeira cidade a receber o sinal, ainda são poucos os celulares com acesso ao 5G. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as próximas capitais a adotar a tecnologia serão: São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e João Pessoa. Consultado pela reportagem da Jovem Pan News, o engenheiro Eduardo Tude, presidente da Teleco, avalia o atual estado desa fase de transição. “Como se trata de uma nova tecnologia, você precisa ter um aparelho que funciona nessa nova tecnologia. Como aconteceu nas outras gerações de de celulares. A gente em abril já tinha 2,2 milhões de pessoas que tinham um aparelho com 5G no Brasil. A troca vai ocorrer de maneira lenta”, argumenta. Confira:

(Fonte: Jovem Pan)

9 visualizações0 comentário
LÚMEN FACHADA_edited.jpg
Captura de Tela 2022-03-31 às 10.17.18.png
Captura de Tela 2022-03-31 às 10.16.52.png
PM MEU LOTE MINHA HISTÓRIA_edited.jpg